Promoção por tempo limitado Betas filhotes (fotos das matrizes)


Beta Dragon (filhotes)


Beta Vermelho (filhotes)


Beta Azul (filhotes)

Como tudo começou pra nós

Ao final de 1949 os meus tios, Luiz com oito anos de idade e seu irmão Orlando com 14 saíam do Alto da Mooca e iam de bicicleta até a esquina da Av. Guilherme com a R. José Bernardo Pinto em São Paulo, Capital, depois das enchentes do Rio Tietê, pegar com peneiras (punças) os Lebistes de cor prata comumente chamados de barrigudinhos e traziam também alguns lambaris. Naquela época não tínham aquários e armazenavam em nossa casa , no quintal, em tanques fabricados com paralelepípedos e cimento e em latas grandes com 20 litros.
Em 1955, o primeiro aquário com estrutura de ferro e vidro foi montado com massa de vidro. Nesse mesmo período foram adquiridas as primeiras matrizes: eram Lebistes cobra amarelo com riscos pretos e o verde no corpo provenientes da Alemanha, trazidas pelo Sr. Estigman (Alemão), morador de uma travessa da Av. Washington Luiz, também em São Paulo Capital.
Já em 1960 montaram alguns tanques maiores só de tijolos e cimento, que eram aquecidos pelo Sol e fechados à noite com plástico. A alimentação destes peixes era viva, trazida do próprio Rio Tietê (tubifex, rotiveros e outros).
O ar era extraído de um botijão de ar usado em caminhões, adaptado com torneiras para o ar sair lentamente e dar maior conforto aos peixes.
Na década de 70 foi montada a 1ª estufa de plástico e com estantes de madeira, onde se produziram muitas matrizes e adquiridas outras do Sr. Jaime, um exímio criador na época, de onde se adquiriram muitas noções de genética e suas aplicações.
Os aquários nesse período começaram a serem montados com silicone, e adquiridas bombas de ar alemãs para a eclosão das artêmias sp. A criação foi ampliada a Bettas e Acarás Bandeira. Foi assim que eu, Carlos, e meu irmão e meus primos começamos a lidar com os peixes. Atualmente somente eu continuo com a criação junto a meu tio Luiz.
A nossa produção atual está voltada a Lebistes, matrizes puras e tentamos com melhoramento genético (cruzamentos) obter animais com linhas definidas e fixar novas linhagens.